sábado, junho 01, 2013

Quereres


4 comentários:

Maria Célia Vieira Silva disse...



Olá Adélia, que lindo texto!

Adorei essa liberdade, a liberdade de existir.

O que mais gosto nos poetas é essa capacidade de nos transportar para o munda da ilusão, nos tirando desse mundo enrijecido que impede o fluxo da vida.

Um abraço.




Maria Célia Vieira Silva disse...



Olá Adélia, que lindo texto!

Adorei essa liberdade, a liberdade de existir.

O que mais gosto nos poetas é essa capacidade de nos transportar para o munda da ilusão, nos tirando desse mundo enrijecido que impede o fluxo da vida.

Um abraço.

Maria Célia Vieira Silva disse...



Olá Adélia, que lindo texto!

Adorei essa liberdade, a liberdade de existir.

O que mais gosto nos poetas é essa capacidade de nos transportar para o munda da ilusão, nos tirando desse mundo enrijecido que impede o fluxo da vida.

Um abraço.
Célia.

Maria Célia Vieira Silva disse...



Olá Adélia, que lindo texto!

Adorei essa liberdade, a liberdade de existir.

O que mais gosto nos poetas é essa capacidade de nos transportar para o munda da ilusão, nos tirando desse mundo enrijecido que impede o fluxo da vida.

Um abraço.